14 de mai de 2012

“Eu quero morrer, ou talvez só descansar um pouco do mundo. Estou cheia de ‘você tem que fazer isso’, ‘você vai fazer aqui’ e ‘você toma conta de tudo’. Eu não consigo, vocês não entendem? Eu preciso ficar longe disso. Eu tenho mil coisas pra fazer, mas não consigo pensar em nenhuma delas. Eu estou cansada. Eu quero um lugar onde eu posso pensar sem alguém atrapalhar-me. Eu queria poder dormir o resto do ano. Queria não precisar me preocupar com nada. Eu não aguento muito pressão. Sempre fui assim. Sempre sou eu que todos procuram pra fazer sempre um favorzinho. E agora? Quando eu preciso de um amigo? Quando eu preciso chorar, aonde todo mundo se esconde? Eu quero fujir de algumas pessoas. Fujir um pouco de tantas mascaras. Eu quero poder respirar sem alguém me interromper. Eu tenho que fazer tudo, só eu. Um favor aqui, outro ali, um problema aqui outro ali… E assim vai! Eu quero me afastar de problemas. Quero poder pensar mais em mim, sabe? Queria poder me esconder de toda essa realidade que só me faz mal. Se eu tivesse direito há realizar um desejo gostaria que fosse não ver mais as caras de certas pessoas, as pessoas vivem me julgando, vivem falando coisas sem sentido por aí, só não consigo entender o objetivo que tem isso. Queria mesmo sumir, ir pra outro planeta outro mundo que não existisse nada disso, que tudo fosse do jeito que eu quisesse, bem sabemos que jamais vai ser assim, quem me dera o mundo fosse perfeito, bonito, quem me dera as pessoas não tivessem nem um pequeno defeito, mas sabe, o jeito mesmo é tentar encarar tudo isso, tentar passar por cima de tudo e de todos e encarar tudo como uma fase, uma simples fase ruim da sua vida que por mais que demore a passar uma hora ou outra vai ter um fim, mas é difícil, sabemos o quanto é difícil, mas necessitamos passar por alguns momentos ruins para aprender a valorizar mais os bons, e aprender a cada dia com os erros, com as falhas, e crescer cada vez mais.”





Nenhum comentário:

Postar um comentário