11 de mai de 2012



Deus, eu nunca te vi, mais reconheço que estais aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário